Erdogan: governo sírio pagará 'preço muito alto' por atacar soldados turcos

© REUTERS / Gabinete de imprensa presidencial /HandoutPresidente turco Tayyip Erdogan durante reunião no Parlamento em Ancara, Turquia, 5 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo)
Presidente turco Tayyip Erdogan durante reunião no Parlamento em Ancara, Turquia, 5 de fevereiro de 2020 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou que a Síria pagará um "preço muito alto" por atacar suas tropas na região síria de Idlib, onde 13 soldados turcos foram mortos em pouco mais de uma semana, informou a Reuters.

"Nós demos as respostas necessárias ao lado sírio ao mais alto nível. Especialmente em Idlib, eles tiveram o que mereciam. Mas isto não é suficiente, e vai continuar", afirmou Erdogan em discurso nesta terça-feira (11), acrescentando que anunciaria na quarta-feira um plano detalhado sobre como lidar com os acontecimentos em Idlib, citou a mídia.

Horas antes, os insurgentes sírios apoiados pela Turquia abateram um helicóptero que se acredita pertencer ao governo do país árabe na cidade de Al-Nairab, relatou a emissora estatal turca TRT Haber.

As declarações de Erdogan seguem um dia após o Ministério da Defesa da Turquia anunciar que suas forças atacaram cerca de 115 alvos do Exército da Síria em resposta ao bombardeio de um dos postos militares turcos em Idlib, que deixou cinco de seus soldados mortos e outros cinco feridos.

© AP Photo / Lefteris PitarakisSoldado turco posicionado na fronteira com a Síria em frente ao grafite do Mustafa Kemal Ataturk, fundador da da República da Turquia
Erdogan: governo sírio pagará 'preço muito alto' por atacar soldados turcos - Sputnik Brasil
Soldado turco posicionado na fronteira com a Síria em frente ao grafite do Mustafa Kemal Ataturk, fundador da da República da Turquia

Anteriormente, o presidente turco enviou tropas extras para a região e ameaçou atacar as tropas do governo de Bashar Assad se elas não se retirassem dos postos de controle turcos em Idlib neste mês.

O presidente turco advertiu que todos os ataques realizados contra os soldados turcos ou seus aliados serão recebidos com represálias sem aviso prévio, independentemente de quem os tenha realizado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала