EUA ainda querem que Turquia cancele acordo sobre S-400, relata mídia

© Foto / Abrir o banco de imagensSistema de defesa antiaérea russo S-400
Sistema de defesa antiaérea russo S-400 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo informou a Reuters citando um alto responsável oficial do Departamento de Estado americano, os EUA ainda estão pressionando a Turquia para não usar os sistemas russos de defesa antiaérea S-400.

O funcionário do Departamento de Estado teria afirmado que "ainda há trabalho a fazer para que os turcos se afastem dos sistemas S-400".

"Esta é ainda uma questão em aberto. Estamos falando de remediação, reenvio, reconciliação. A questão não está fora da mesa ", apontou ele.

Além disso, a fonte da agência afirmou que "nem toda a gente no governo turco é presidente Erdogan" e que havia turcos que prefeririam não colocar Turquia em "risco de influência russa" e de isolamento dos "parceiros da OTAN e de Washington".

O funcionário insistiu que, na melhor das hipóteses, a Turquia nunca teria adquirido qualquer componente do sistema S-400.

"Mas agora que essa linha foi ultrapassada, é uma questão de como isolá-lo e compartimentá-lo, neutralizá-lo e avançar [...] mas é muito mais difícil do que era antes", acrescentaram.

Tensões entre Ancara e Washington

A compra de sistemas S-400 causou tensões entre Ancara e Washington. Os EUA ameaçaram impor sanções e excluíram a Turquia do programa de fornecimento de aeronaves F-35.

Ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, disse em entrevista à Reuters esperar que os problemas entre o seu país e os EUA sejam resolvidos e que a Turquia participe do programa de caças F-35, acrescentando que Ancara também pode comprar os sistemas americanos de defesa antiaérea norte-americanos. Erdogan confirmou que negociações sobre entregas dos Su-35 a Ancara estavam sendo realizadas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала