Coreia do Sul e Japão mobilizaram caças para escoltar Tu-95MS (FOTOS)

© Sputnik / Victor TolochkoBombardeiros estratégicos russos Tu-95MS
Bombardeiros estratégicos russos Tu-95MS - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dois bombardeiros estratégicos russos Tu-95MS realizavam voos de rotina, em águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul, quando foram escoltados por caças desses países.

Dois bombardeiros estratégicos russos Tu-95MS realizavam voos de rotina, em águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul, quando foram escoltados por caças desses países.

"As aeronaves da aviação de longo alcance eram acompanhadas por tripulações de caças Su-35S e uma aeronave de reconhecimento por radar e orientação A-50 das Forças Aeroespaciais da Rússia", informou o ministério.

Em alguns trechos do percurso, as aeronaves Tu-95MS foram acompanhadas por caças sul-coreanos F-15 e F-16 e um caça japonês F-2.

© Foto / Ministério da Defesa do JapãoBombardeiro estratégico russo Tu-95MS durante voo de rotina nas águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul.
Bombardeiro estratégico russo Tu-95MS durante voo de rotina nas águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul - Sputnik Brasil
1/2
Bombardeiro estratégico russo Tu-95MS durante voo de rotina nas águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul.
© Foto / Ministério da Defesa do Japão Mapa do voo dos bombardeiros russos Tu-95MC, conforme publicado pelo Ministério da Defesa do Japão.
Mapa do voo dos bombardeiros russos Tu-95MC, conforme publicado pelo Ministério da Defesa do Japão - Sputnik Brasil
2/2
Mapa do voo dos bombardeiros russos Tu-95MC, conforme publicado pelo Ministério da Defesa do Japão.
1/2
Bombardeiro estratégico russo Tu-95MS durante voo de rotina nas águas internacionais próximas ao Japão e à Coreia do Sul.
2/2
Mapa do voo dos bombardeiros russos Tu-95MC, conforme publicado pelo Ministério da Defesa do Japão.

O ministério enfatizou que os pilotos dos bombardeiros realizavam um voo de rotina, com observância rigorosa das normas internacionais, e que nenhuma fronteira foi violada.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала