Vida extraterrestre: grupo de pesquisadores recusa compartilhar suposto material relativo a OVNIs

Nos siga noTelegram
Pesquisadores de empresa americana do setor espacial disseram ter recolhido material oriundo de OVNIs, mas que não pretendem compartilhar informações por enquanto.

O anúncio foi feito por Tom DeLonge, ex-músico da banda de rock Blink-182. Atualmente, DeLonge comanda uma empresa de pesquisas sobre o universo chamada de To The Stars Academy of Arts & Sciente (TTSA).

Em entrevista ao New York Time, Luiz Elizondo, um dos membros da TTSA, disse que a empresa detém "material exótico" oriundo de OVNIs. No entanto, Elizondo disse que não planeja compartilhá-lo com o público neste momento.

"Nós temos que deixar o processo evoluir. Seja como for, o que não queremos é ser presunçosos. Não queremos tirar conclusões prematuramente. No final, os dados decidirão o que é importante e o que não é", disse Elizondo ao jornal americano.

OVNI avistado

A empresa de DeLonge foi criada em 2017. De acordo com o ex-cantor, o objetivo da empresa é buscar respostas para perguntas não respondidas sobre o espaço e a vida.

No mesmo ano em que foi fundada, a empresa publicou vídeos mostrando supostos OVNIs. De acordo com o porta-voz do vice-chefe de Operações Navais para a Guerra de Informação dos Estados Unidos, Joseph Gradshier, essas imagens não deveriam vir a público.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала