Protesto contra o governo termina com policiais feridos no Chile

© AFP 2022 / Martin BernettiConfrontos de manifestantes com a polícia durante o comício dedicado ao 46º aniversário golpe de Estado militar liderado pelo general Augusto Pinochet, no Chile
Confrontos de manifestantes com a polícia durante o comício dedicado ao 46º aniversário golpe de Estado militar liderado pelo general Augusto Pinochet, no Chile - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Chile, Sebastián Piñera, confirmou nesta sexta-feira que dois policiais ficaram feridos durante um protesto contra o governo no sul do país.

​Pedi ao ministro Andrés Chadwick [Interior] que visite hoje dois policiais feridos enquanto controlavam um protesto em Arauco para expressar apoio e solidariedade do governo. Combatiremos a violência ou ameaças e trabalharemos para garantir a segurança dos chilenos em cada canto do Chile.

O incidente em questão ocorreu durante um protesto dos habitantes da província de Arauco contra a visita de várias autoridades governamentais, incluindo o ministro Chadwick, que se reuniram lá para avaliar as medidas de segurança que estão sendo implementadas na região.

A polícia confirmou que um de seus oficiais, o capitão Fernando Quiñiñir, foi atingido com um tiro na altura do pescoço, e o segundo cabo Francisco Palma foi ferido na coxa esquerda, também com um projétil. Ambos foram levados de helicóptero para um centro de saúde na área e estão fora de risco.

Várias organizações mapuche da localidade rechaçaram a visita das autoridades, criticando em particular a presença de Chadwick, apontado como responsável político pelo assassinato do agricultor mapuche Camilo Catrillanca por agentes da polícia no ano passado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала