Na Rússia, menino desenterra por acaso ossos de rinoceronte de 10.000 anos (FOTOS)

© Foto / Daria LesnovaMenino dencontrou ossos e dentes de um rinoceronte-lanudo (imagem referencial)
Menino dencontrou ossos e dentes de um rinoceronte-lanudo (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Menino de 5 anos de idade encontrou na região de Transbaikal da Rússia ossos e dentes de um rinoceronte-lanudo que viveu há mais de 10.000 anos, disse a mãe da criança, Darya Lesnova, à agência Sputnik.

Aleksei Bondarev, membro da Sociedade de Paleontologia da Academia Russa de Ciências, confirmou a autenticidade dos ossos achados na cidade de Petrovsk-Zabaikalsky.

"Em Petrovsk-Zabaikalsky, perto do Palácio da Cultura e dos Esportes foi trazida areia para melhoramentos. O meu filho gosta de brincar com escavações. Primeiro ele estava correndo sobre uma pilha, depois tropeçou em algo duro e começou a escavar", disse a mãe do garoto.

Segundo ela, ele desenterrou uma parte do crânio, dentes e ossos, e seus pais pensaram que eram ossos de bovino.

© Foto / Daria LesnovaFragmentos encontrados até agora ainda não foram examinados por pesquisadores
Na Rússia, menino desenterra por acaso ossos de rinoceronte de 10.000 anos (FOTOS) - Sputnik Brasil
Fragmentos encontrados até agora ainda não foram examinados por pesquisadores

"Mas mais tarde atrevi-me a tirar fotos destes fragmentos e enviá-las para um fórum paleontológico. Especialistas confirmaram a suposição de que estes são os restos de um animal antigo – o rinoceronte-lanudo", disse a mulher.

Confirmação científica

Svetlana Nomokonova, diretora do museu de história local de Petrovsk-Zabaikalsky, observou que os fragmentos encontrados até agora ainda não foram examinados por pesquisadores.

© Foto / Daria LesnovaRestos de um animal antigo de 10.000 anos
Na Rússia, menino desenterra por acaso ossos de rinoceronte de 10.000 anos (FOTOS) - Sputnik Brasil
Restos de um animal antigo de 10.000 anos

"Faremos um acordo com arqueólogos e depois levaremos a cabo a perícia. Já tivemos tais achados na nossa cidade. A areia é trazida de um areeiro, vamos examinar o areeiro. No momento o museu recebeu dois dentes, uma vértebra e ossos", disse ela à Sputnik.

Estes achados podem representar grande valor cientifico, pois o rinoceronte-lanudo viveu na Europa e na Ásia e finalmente desapareceu há 8-14 mil anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала