China confirma encontro com delegação do Talibã

© AP Photo / Andy WongO porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang durante um briefing diário no escritório do Ministério das Relações Exteriores em Pequim (arquivo)
O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang durante um briefing diário no escritório do Ministério das Relações Exteriores em Pequim (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma delegação de representantes do Talibã visitou recentemente a China para conversar, disse nesta segunda-feira (23), Geng Shuang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

Anteriormente, Suhail Shaheen, porta-voz oficial do escritório político do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) no Catar, postou em sua conta no Twitter que nove membros do Talibã, incluindo o chefe do escritório político do Catar, o mulá Abdul Ghani Baradar, conversaram com o enviado especial chinês para os assuntos do Afeganistão, Deng Xijun, na China durante o domingo (22).

"O lado chinês considera a situação no Afeganistão muito importante, faz de tudo para facilitar o processo de paz no Afeganistão, mantém contato constante com todos os lados envolvidos. O chefe do escritório diplomático do Talibã em Doha, Baradar e alguns de seus assessores estiveram recentemente na China para fazer contatos ", confirmou Geng.

Geng especificou que o enviado especial e a delegação afegã haviam trocado opiniões sobre o processo de paz no Afeganistão.

"Esperamos que os Estados Unidos, o Talibã e o Afeganistão mantenham negociações e alcancem paz e estabilidade o mais rápido possível", acrescentou Geng.

Os EUA e o Talibã tentam há quase um ano negociar um acordo de paz que garanta a retirada de tropas estrangeiras do Afeganistão em troca da garantia do movimento de que o país não se tornará um local seguro para terroristas.

As negociações, no entanto, excluíram o governo afegão, porque o Talibã o considera um fantoche dos EUA. A última rodada de negociações em Doha terminou em 1º de setembro.

Em 7 de setembro, após uma explosão em Cabul, Trump se pronunciou dizendo ter cancelado conversas secretas em Camp David com a liderança do Talibã e os líderes afegãos no dia 8 de setembro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала