Irã pede que Arábia Saudita ponha um fim na guerra contra Iêmen

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensCoalizão da aviação dos países árabes causou ataques aéreos contra a residência do ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh
Coalizão da aviação dos países árabes causou ataques aéreos contra a residência do ex-presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério de Relações Exteriores do Irã fez um apelo para que a Arábia Saudita pare com acusações "sem fundamento" e ponha fim à guerra no Iêmen.

O ministro de Estado das Relações Exteriores da saudita, Adel Al Jubeir, afirmou neste sábado que os ataques contra instalações petrolíferas da Riad dos feridos realizados a partir do Irã e não do Iêmen.

“Ao invés de acusações sem fundamento contra outros, o governo da Arábia Saudita deveria pôr um fim à guerra devastadora no Iêmen que não criou nada mais que assassinatos de pessoas inocentes e destruições desse país”, diz a declaração do porta-voz da chancelaria iraniana, Abás Musaví.

O porta-voz rechaçou mais uma vez as acusações de que Teerã teria participado dos ataques contra instalações petrolíferas da Arábia Saudita.

Em 14 de setembro, a Arábia Saudita, o maior exportador e um dos principais produtores de petróleo do mundo, cortou em quase cinquenta por cento o seu fornecimento diário do produto em função dos ataques de drones às instalações da companhia estatal de petróleo, a Saudi Aramco.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала