Trump fala sobre suposta espionagem israelense nos EUA

© REUTERS / Ariel Schalit/PoolPresidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que não acredita nas informações de que Israel estaria espionando os EUA.

"Não acredito. Não, não acredito que os israelenses estiveram nos espionando. Realmente seria difícil de acreditar", afirmou Trump.

Mídias informaram que, segundo três ex-funcionários norte-americanos, agentes israelenses implantaram dispositivos de vigilância de celulares perto da Casa Branca.

Trump observou que sua relação com Israel tem sido excelente e destacou sua decisão de mudar a embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, além de pressionar o Irã para deter suas atividades no Oriente Médio, de acordo com o portal Politico. 

© REUTERS / Jonathan ErnstO presidente dos EUA, Donald Trump (E) e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, falando com repórteres antes de sua reunião no Hotel King David, em Jerusalém, em 22 de maio de 2017
Trump fala sobre suposta espionagem israelense nos EUA - Sputnik Brasil
O presidente dos EUA, Donald Trump (E) e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, falando com repórteres antes de sua reunião no Hotel King David, em Jerusalém, em 22 de maio de 2017

Os dispositivos de espionagem foram encontrados há quase dois anos, porém não foram atribuídos a entidades específicas.

Funcionários do Departamento de Segurança Interna compartilharam as descobertas com as agências norte-americanas em 2018, o que provocou uma investigação do Departamento Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês).

A investigação revelou que Israel estava por trás dos dispositivos para grampear as chamadas de Trump, segundo os funcionários. O presidente dos EUA teria usado um celular inseguro para se comunicar com amigos e familiares.

Os funcionários também declararam que o governo não reagiu ao comportamento israelense, deixando os infratores impunes.
O porta-voz da embaixada de Israel nos EUA refutou todas as acusações sobre os dispositivos de espionagem em Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала