Trump afirma que EUA perdem mais de US$ 300 bilhões por ano com imigração ilegal

© Sputnik / Jesus Alvarado / Abrir o banco de imagensCaravana de migrantes hondurenhos atravessam o México na direção à fronteira dos EUA
Caravana de migrantes hondurenhos atravessam o México na direção à fronteira dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a atacar a questão da imigração nesta sexta-feira, dizendo que o país perde muito dinheiro com migrantes ilegais anualmente.

"A imigração ilegal custa aos EUA mais de US$ 300 bilhões [R$ 1,2 bilhões] por ano. Não há razão para isso, e as coisas estão sendo colocadas em movimento para que esse número caia. Os democratas poderiam acabar com as brechas e seria muito mais fácil e rápido. Mas tudo vai acontecer de qualquer maneira!", escreveu Trump em seu Twitter.

De acordo com o líder norte-americano, a imigração ilegal representa, junto com acordos comerciais "estupidamente negociados", um grande ônus para os Estados Unidos, mas, "em um futuro não muito distante, a América verá uma mudança muito positiva".

Considerando a imigração irregular um problema de segurança nacional, o governo norte-americano costurou acordos com o México e a Guatemala para frear o fluxo de migrantes que tentam chegar aos EUA. 

​Em 7 de junho, sob ameaça de tarifas de importação sobre todos os produtos mexicanos, o México aceitou os chamados Protocolos de Proteção aos Migrantes para devolver a seus respectivos países dezenas de milhares de pessoas "sob proteção humanitária".

Na última terça-feira, o ministro mexicano das Relações Exteriores, Marcelo Ebrard, e o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, concordaram em continuar com as medidas aceitas pelo México para conter a migração, com o envio de cerca de 25 mil agentes da Guarda Nacional para as fronteiras norte e sul do país.

Já a Guatemala firmou um acordo com Washington no final de julho, segundo o qual os migrantes que chegarem aos EUA sem ter solicitado asilo na Guatemala serão mandados de volta ao país centroamericano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала