Policiais são investigadas na Alemanha por postarem FOTOS provocantes de uniforme

CC BY 2.0 / Roberto Bosi / Uma policialMulher vestida de policial em sessão fotográfica
Mulher vestida de policial em sessão fotográfica - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades alemãs abriram investigação interna sobre policiais –influenciadoras digitais – que publicam selfies vestindo uniforme para ganhar curtidas.

A comissária de polícia Barbara Slowik pediu uma auditoria interna aos agentes que postam imagens com hashtags, como #instacops, na tentativa de confundir suas atividades policiais com as de influenciadores digitais.

Instagramers, como Mehtap Oger e Adrienne Koleszar, apresentam uma combinação de beleza e autoridade em uma tendência que parece estar em ascensão, não apenas na Alemanha, mas em todo o mundo.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por @sarribarry em

A hashtags #shecandoboth também está sendo muito usada por mulheres que compartilham selfies uniformizadas justamente com suas imagens mais glamourosas.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por 👮🏻‍♀️Melos (@melos.vanellope) em

"Seja off-line ou on-line, policiais têm que cumprir deveres oficiais [...] eles têm deveres especiais em sua profissão como funcionários públicos", diz Jorg Radek, vice-presidente alemã da União da Polícia (GdP).

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Curves N Combatboots ™️ (@curves.n.combatboots) em

Radek explica que os policiais, que fazem este tipo de publicação, devem manter suas funções como "portadores de uniformes", enquanto permanecem dentro dos "limites do bom gosto em seus postos".

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Adrienne Koleszár (@adrienne_koleszar) em

A polícia federal alemã emitiu diretrizes de mídia social para policiais, aconselhando sobre as possibilidades de recrutamento de jovens talentos, mas também sobre os perigos inerentes à exposição de seus papéis como protetores da paz.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por 𝐈𝐳𝐚𝐛𝐞𝐥 (@iza.vida) em

"O uso de redes sociais não deve deixar dúvidas de que a pessoa se representa e se expressa exclusivamente como uma pessoa privada", alertam as diretrizes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала