NASA inventa maneira bizarra de evitar erupção do Yellowstone 'antes de tudo explodir de uma vez'

© AFP 2022 / MARK RALSTON O Parque Nacional de Yellowstone (foto de arquivo)
O Parque Nacional de Yellowstone (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A erupção do supervulcão Yellowstone pode causar devastação em todo o mundo, no entanto os cientistas acreditam que a catástrofe poderia ser evitada graças a uma solução bizarra, mas criativa.

De acordo com o cientista da NASA, a erupção mortal poderia ser evitada usando tubos de arrefecimento introduzidos nas câmaras de magma da caldeira do supervulcão.

Yellowstone, que está localizado no estado norte-americano de Wyoming, é um dos vulcões mais poderosos no nosso planeta. A última erupção de grande escala aconteceu há 640 mil anos. Já passou tanto tempo desde a derradeira erupção que o Yellowstone está cada vez mais próximo de uma nova explosão.

Os especialistas estão se preparando para o pior, investigando como a enorme erupção, que ameaça destruir instantaneamente boa parte dos EUA, pode ser prevenida.

Maneira de prevenir a erupção do Yellowstone

Um dos cientistas da NASA acredita ter encontrado uma solução única para impedir que algo devastador aconteça. A solução é colocar tubos com água nas câmaras da caldeira, arrefecendo o magma.

CC BY-SA 3.0 / Desconocido / Câmara de magma sob o supervulcão de Yellowstone
NASA inventa maneira bizarra de evitar erupção do Yellowstone 'antes de tudo explodir de uma vez' - Sputnik Brasil
Câmara de magma sob o supervulcão de Yellowstone

Entre 60 a 70 por centro do calor gerado pelo Yellowstone vaza para a atmosfera, mas o resto se acumula dentro. Se muito calor ficar acumulado, isso poderá provocar uma erupção.

Investigadores da NASA acreditam que, ao fazer uma perfuração de 10 quilômetros em Yellowstone e bombeando água a alta pressão para dentro do vulcão irá fazer com que o líquido frio absorva parte do calor, sendo o processo repetido várias vezes.

O engenheiro da NASA Brian Wilcox disse aos jornalistas que a realização deste plano poderia custar cerca de US$ 3,5 bilhões (aproximadamente R$ 14 bilhões) com o benefício adicional de se poder usar o vapor para criar uma fonte de energia geotermal livre de carbono, com um custo menor do que outras fontes de energia atualmente disponíveis no mercado, escreve Daily Express. 

"O que torna Yellowstone uma força da natureza é que ele armazena o calor por centenas de milhares de anos antes de tudo explodir de uma vez", disse o cientista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала