Empresa de inteligência israelense posta FOTOS inéditas afirmando ser de S-400 russos na Turquia

© AFP 2022 / Ministério da Defesa da TurquiaPrimeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia
Primeiro lote de componentes dos sistemas de defesa antiaérea S-400 na Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A empresa israelense de inteligência ImageSat International divulgou imagens de satélite de um sistema antiaéreo russo S-400 que recentemente foi fornecido à Turquia.

A empresa afirma que os sistemas estão em modo operacional e foram implantados em Ancara.

Observado pela primeira vez, o S-400 recentemente chegado da Rússia à Turquia e em modo operacional, implantado em Ancara.

As imagens publicadas no Twitter mostram o que a empresa descreve como componentes de mísseis e radares do sistema S-400. No entanto, a ImageSat International afirma que os lançadores não estão carregados. É provável que os componentes tenham chegado na segunda fase de entrega do sistema russo, após a primeira fase realizada em julho de 2019.

Turquia, Ancara, base aérea Mürted Akinci, radares do S-400

Segundo a empresa, as instalações atuais são de teste e os alegados sistemas podem ainda ser realocados para um lugar permanente.

"No entanto, não podemos excluir que este local seja o permanente", conclui a declaração.

Fornecimento dos S-400 à Turquia

A segunda fase de entrega dos S-400 à Turquia começou em 27 de agosto.

No fim de julho de 2019, a Rússia completou a primeira fase de entrega dos componentes dos S-400 conforme o contrato assinado por Moscou e Ancara em setembro de 2017.

Os EUA afirmaram que os S-400 são incompatíveis com os sistemas de defesa aérea da OTAN. Depois disso, Washington anunciou a decisão de suspender a participação da Turquia no programa internacional de produção e venda de caças F-35 devido à compra do armamento antiaéreo russo, adicionando que Ancara será completamente removida do projeto até março de 2020. No âmbito deste programa, a Turquia tinha encomendado mais de 100 caças F-35.

Apesar da pressão dos EUA, a Turquia recusou abdicar do contrato com a Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала