Venezuela deixará de usar VISA, MasterCard e Maestro, diz mídia

CC BY 2.0 / Thomas Kohler / Cartões de crédito (imagem referencial)
Cartões de crédito (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Banco Central da Venezuela e a Superintendência das Instituições Bancárias do país (SUDEBAN, na sigla em espanhol) anunciaram que os bancos devem desenvolver um sistema de operações financeiras próprio e renunciar aos acordos com os sistemas VISA, MasterCard e Maestro até 30 de janeiro próximo.

Segundo o portal Banca y Negocios, até 30 de novembro devem ser paradas as operações com cartões de débito destes sistemas e, até 30 de janeiro do próximo ano, – as operações com cartões de crédito.

Notas - Sputnik Brasil
Venezuela pretende promover utilização do rublo nas transações com Rússia
A SUDEBAN encarregou as instituições bancárias do país de criar um sistema de pagamentos independente, levando em consideração as recentes sanções dos EUA e as novas ameaças. Os bancos devem desenvolver um sistema soberano de processamento de operações bancárias usando a identificação biométrica dos clientes.

No entanto, especialistas interrogados pelo portal Banca y Negocios consideram que a criação deste tipo de sistema em um prazo tão curto é pouco provável.

Antes, o presidente venezuelano Nicolas Maduro declarou que o país ficaria livre do dólar, embora as autoridades venezuelanas pouco tempo antes tivessem praticamente legalizado a circulação do dólar.

De fato, a dolarização da economia da Venezuela tem continuado nos últimos meses – desde a permissão oficial de uso da moeda estrangeira.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала