Misteriosa origem do vidro amarelo nas joias do faraó Tutancâmon foi desvendada (FOTOS)

CC BY 2.0 / Carsten Frenzl / Faraó Tutancâmon (imagem referencial)
Faraó Tutancâmon (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O faraó do Antigo Egito Tutancâmon usava joias amarelas que foram feitas de um meteorito derretido que tinha se formado 29 milhões de anos atrás, afirmam cientistas.

A origem do Vidro do Deserto da Líbia, que está espalhado e pode ser encontrado no deserto do Saara, tem sido um mistério durante pelo menos 100 anos.

Os investigadores pensam ter uma resposta acerca da sua origem: este vidro misterioso teria sido formado pelo impacto de um meteorito gigante ou de um cometa na região do deserto do Saara.

Especialistas afirmam que sua formação ocorreu na sequência de uma explosão na atmosfera da Terra, criando assim material liquido fundido que quando arrefeceu se transformou em vidro amarelo.

O mistério das estranhas joias amarelas do rei do Antigo Egito Tutancâmon foi resolvido – vieram do espaço.

Este vidro enigmático foi encontrado na tumba do rei do Antigo Egito Tutancâmon, inclusive em um escaravelho e em várias joias encontradas enterradas perto do faraó.

De acordo com um estudo publicado recentemente na revista Geology, cientistas afirmam que este vidro é feito de um mineral chamado reidite, um mineral muito raro criado de zircônia na sequência de altas pressões e temperaturas.

O autor principal do estudo, doutor Aaron Cavosie, do Centro de Ciências e Tecnologias Espaciais da Escola de Geologia e Ciências Planetárias da Universidade de Curtin, disse que este material só podia ter sido formado em resultado do impacto de um meteorito.

​Adorno peitoral representando um escaravelho esculpido do raro Vidro de Deserto da Líbia.

"Este assunto tem sido um tema dos constantes debates sobre se este vidro se formou durante um impacto de meteorito ou durante uma explosão no ar, o que acontece quando asteroides próximos da Terra rebentam e libertam sua energia na atmosfera terrestre", explicou o doutor Cavosie.

"Tanto os impactos de meteorito como explosões no ar causam derretimento, porém, somente os impactos criam ondas de choque que formam minerais de alta pressão, então, encontrar provas da formação de reidite confirma que ele se formou em resultado de um impacto de meteorito", concluiu o especialista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала