4 bombardeiros B-52 efetuam missão aérea perto do Irã (FOTOS, VÍDEO)

© BoeingBombardeiro estratégico B-52 da Força Aérea dos EUA
Bombardeiro estratégico B-52 da Força Aérea dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um grupo de bombardeiros estratégicos B-52 da Força Aérea dos EUA completou sua primeira missão – uma operação de treinamento – a partir de sua nova base no Qatar. Estes jatos de combate com capacidade nuclear foram enviados para a região em resposta a uma "possível ameaça" por parte do Irã contra as forças americanas e dos seus aliados.

Os quatro aviões de guerra B-52H Stratofortress demonstraram suas capacidades durante o voo realizado no fim de semana em sua primeira missão, na qual usaram o porta-aviões USS Abraham Lincoln como "alvo". Os quatro bombardeiros operam a partir da base aérea de Al-Udeid, no Qatar. 

© Foto / Staff Sgt. Ashley GardnerO B-52H Stratofortress decolando da base aérea de Al-Udeid, Qatar, 12 de maio de 2019
O B-52H Stratofortress decolando da base aérea de Al-Udeid, Qatar, 12 de maio de 2019 - Sputnik Brasil
O B-52H Stratofortress decolando da base aérea de Al-Udeid, Qatar, 12 de maio de 2019

"Esta foi a primeira missão dos bombardeiros posicionados na área de responsabilidade do Comando Central dos EUA para defender as forças e interesses dos EUA na região", disse o Comando Central da Força Aérea (AFCENT) em um comunicado. 

© Foto / Senior Airman Keifer BowesCaça F-15C Eagle se prepara para receber combustível do KC-135 Stratotanker, 12 de maio de 2019
Caça F-15C Eagle se prepara para receber combustível do KC-135 Stratotanker, 12 de maio de 2019 - Sputnik Brasil
Caça F-15C Eagle se prepara para receber combustível do KC-135 Stratotanker, 12 de maio de 2019

A Força Aérea também postou imagens de suas aeronaves F-15C Eagle e F-35A Lightning II em missões de "dissuasão", bem como o reabastecimento em voo pela aeronave KC-135 Stratotanker.  

Soldados norte-americanos no Afeganistão (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Pentágono planeja enviar 120 mil soldados ao Oriente Médio para neutralizar Irã
O deslocamento desta esquadrilha ocorreu depois que o grupo de ataque do porta-aviões USS Abraham Lincoln partiu para o golfo Pérsico em 6 de maio. Um dia antes, em 5 de maio, o assessor de segurança nacional dos EUA, John Bolton, anunciou transferências de grupos militares estadunidenses para a região, afirmando também que seu país avança nesta ação em resposta a "uma série de indicadores e alertas preocupantes e crescentes" por parte do Irã.

Atualmente, o USS Arlington e um navio anfíbio de transporte de pessoal equipado com sistemas de mísseis terra-ar MIM-104 Patriot estão também a caminho da região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала