Pentágono adverte Índia sobre testes espaciais após derrubada de satélite

© REUTERS / Bureau de Informação de Imprensa da ÍndiaLançamento na Índia de um míssil balístico interceptor para derrubar um satélite, 27 de março de 2019
Lançamento na Índia de um míssil balístico interceptor para derrubar um satélite, 27 de março de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Índia pode gerar destroços perigosos com seus lançamentos de mísseis ao espaço, advertiu o chefe interino do Pentágono, Patrick Shanahan, depois que Nova Deli efetuou com êxito um teste para abater um de seus satélites no espaço com um míssil.

"Todos nós vivemos no espaço, não o transformemos em um desastre. O espaço deve ser um lugar em que nós podemos fazer negócios. O espaço é um lugar em que as pessoas devem ter liberdade para operar", afirmou Shanahan após o teste.

A SCO ratificou na sexta-feira (10) uma resolução sobre o início dos procedimentos de expansão do grupo, abrindo a possibilidade de adesão plena da Índia e do Paquistão ao bloco - Sputnik Brasil
Paquistão cita Don Quixote para criticar sonhos da Índia de uma guerra espacial
Em resposta, G. Satheesh Reddy, que lidera a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa da Índia, disse que todos os destroços se queimarão em aproximadamente 45 dias.

"É por isso que fizemos isso em uma altitude mais baixa, eles desaparecerão em pouco tempo", disse funcionário de alto escalão à Reuters.

Em 2008, os EUA realizaram um teste semelhante utilizando um míssil lançado de um navio para destruir um de seus satélites obsoletos de baixa altitude, o USA-193. Naquela época, os militares do país rejeitaram as numerosas preocupações sobre os possíveis escombros que o lançamento causaria.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, qualificou como um "grande avanço" o derrube de um satélite de órbita baixa realizado esta semana durante um teste de um novo míssil. O satélite se encontrava orbitando a uma altitude de 300 km. Depois do teste, a Índia se tornou o 4º país do mundo, depois dos EUA, Rússia e a China, a possuir armas antissatélite.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала