Navios russos escoltam grupo de navios de guerra da OTAN no mar Negro

© AFP 2022 / DANIEL MIHAILESCUNavios militares da OTAN participam dos exércicios no mar Negro, 16 de março de 2016
Navios militares da OTAN participam dos exércicios no mar Negro, 16 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os navios da Frota do Mar Negro escoltam o grupo de navios de guerra da OTAN que entrou nas águas do mar Negro, informou Centro Nacional de Controle da Defesa da Rússia.

"As forças e meios da Frota do Mar Negro escoltam o grupo de navios da OTAN composto por três fragatas das Marinhas da Holanda, Canadá e Espanha", lê-se no comunicado. O acompanhamento é realizado pelos navios russos Ivan Khurs e Vasily Bykov.

Vários navios de guerra da OTAN entraram no mar Negro em 28 de março depois de atravessar o estreito de Bósforo, informa o Comando Marítimo Aliado da OTAN no Twitter.

Trata-se do destróier holandês Evertsen, da fragata canadense Toronto e da fragata espanhola Santa Maria, acompanhados pela fragata da Marinha turca Yildirim.

O comandante do Segundo Grupo Naval permanente da OTAN, Boudewijn Boots, revelou na sua conta no Twitter que os navios participarão dos exercícios navais da OTAN Sea Shield, juntamente com os parceiros ucranianos e georgianos. 

Além disso, o petroleiro francês Var, junto com um grupo de navios de combate, chegou a Istambul, mas não entrou no mar Negro.

Navio de desembarque Yamal da Frota do Mar Negro da Rússia - Sputnik Brasil
Especialista comenta chances de OTAN enviar navios ao mar Negro em apoio à Ucrânia
As Forças Armadas canadenses informaram que o país se juntará aos seus aliados da OTAN no Mar Negro durante três semanas. "A partir de hoje, o HMCS Toronto irá realizar exercícios e patrulhamento com o Segundo Grupo Naval da OTAN", informou a entidade na sua conta no Twitter.

Segundo a Embaixada do Canadá na Ucrânia, no próximo 1 de abril, duas fragatas do grupo, a Toronto e a Santa Maria, visitarão o porto ucraniano de Odessa.

Não é a primeira vez que navios da OTAN navegam no mar Negro. Em fevereiro, o destróier americano USS Donald Cook entrou nessas águas e, duas semanas depois, seguiu para o Mediterrâneo, tendo navegado muito próximo da fragata russa Admiral Essen no Bósforo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала