'Venezuela não é um Estado dos EUA', diz senador russo

© Sputnik / Alejandro Martinez Velez / Abrir o banco de imagensManifestantes nas ruas de Madri apoiando o presidente legítimo da Venezuela, Nicolás Maduro
Manifestantes nas ruas de Madri apoiando o presidente legítimo da Venezuela, Nicolás Maduro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da comissão de Relações Exteriores da Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo), Aleksei Pushkov, comentou nesta quinta-feira (28) a declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, de que a "Rússia deve sair" da Venezuela.

"Não está claro de onde Trump tirou que ele pode exigir algo de nós. A Venezuela não é o 51º Estado dos Estados Unidos", escreveu o parlamentar em sua conta no Twitter. 

O ministro do MRE, Ernesto Araújo, na cerimônia de diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no TSE. - Sputnik Brasil
Chanceler brasileiro diz que russos devem deixar Venezuela se forem apoiar Maduro
O senador destacou que a questão da presença do exército russo na Venezuela é decidida pelo seu governo, e não pelo presidente dos Estados Unidos.

"Se ele quiser ganhar um álibi de seus inimigos, ele não vai ganhar: eles estão prontos para mordê-lo vivo de qualquer maneira", observou Pushkov.   

Na última quarta-feira, o presidente norte-americano afirmou que a Rússia deveria se retirar da Venezuela, acrescentando que Washington está avaliando todas as opções posssíveis sobre este cenário. 

O assessor do presidente russo, Yuri Ushakov, por sua vez, afirmou que a colaboração entre a Rússia e Venezuela decorre no quadro de relações normais com o governo legítimo da Venezuela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала