Moscou: OTAN intensifica ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia

© REUTERS / Wolfgang RattayAvião da OTAN efetuando um voo de reconhecimento sobre as águas neutrais do mar Báltico
Avião da OTAN efetuando um voo de reconhecimento sobre as águas neutrais do mar Báltico - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A OTAN está aumentando as ações de reconhecimento perto das fronteiras da Rússia, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Aleksandr Grushko.

"Sob o pretexto da mítica ameaça russa, a OTAN está aumentando sua presença no Leste Europeu, militariza a região do mar Negro, intensifica as ações de reconhecimento ao longo das fronteiras russas", declarou o diplomata.

Grushko sublinhou também que a política da OTAN afeta a estabilidade na região euro-atlântica, acrescentando que os países da OTAN continuam realizando atividades que visam manter o espaço de segurança fragmentado.

Tanques russos de terceira geração T-14 Armata (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Revista simula guerra entre Rússia e OTAN na Europa
Os meios para manter a segurança na Europa não foram eficazes, o que levou ao agravamento dos antigos conflitos e crises e ao surgimento de novos”, afirmou ele.

Para o diplomata, trata-se, entre outros problemas, da ameaça terrorista, da crise dos refugiados, das contradições ligadas à desigualdade dos países da região, à luta pelo controlo dos recursos e do acesso aos mercados e às ligações de transporte.

Grusko sublinhou que a demonização de vários países constitui a base não apenas da política das alianças ocidentais mas também do desenvolvimento militar. Segundo ele, a aposta do Ocidente em ações unilaterais leva ao aumento do caos e da ingovernabilidade.

Anteriormente, o presidente russo Vladimir Putin declarou que a expansão da OTAN na Europa é uma estratégia destrutiva, acrescentando que essa política é "uma relíquia da Guerra Fria". 

A presença de aviões de inteligência estrangeiros e de aeronaves não tripuladas perto das fronteiras da Rússia tem aumentado bastante nos últimos anos. Assim, aeronaves estrangeiras são vistas com regularidade perto da península da Crimeia, na região de Krasnodar, no mar Báltico e também perto das bases russas na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала