Descobertas 'chaminés' galácticas que canalizam matéria do centro da Via Láctea (FOTO)

Nos siga noTelegram
A Agência Espacial Europeia (ESA) comunicou que a sonda XMM-Newton encontrou duas estruturas parecidas com "chaminés" gigantes que canalizam matéria de perto de um buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea para duas bolhas cósmicas enormes.

As duas bolhas, que foram descobertas pelo telescópio da NASA Fermi em 2010, formam uma ampulheta gigante que abrange 50.000 anos-luz, ou seja, metade do diâmetro da Via Láctea. A ESA descobriu a existência de dois canais que emitem raios X quentes de Sagittarius A*, buraco negro massivo que está localizado no centro da galáxia.

​Segundo o astrofísico alemão Gabriele Ponti, os fluxos e o vento da matéria e energia de uma galáxia estão intimamente ligados à forma da galáxia com o passar do tempo.

"Felizmente, a nossa galáxia nos dá um laboratório próximo para explorar detalhadamente, e examinar como a matéria flui para o espaço ao redor. Usamos dados coletados pela XMM-Newton de 2016 a 2018 para formar um mapa de raios X mais extenso já feito do núcleo da Via Láctea", ressaltou Gabriele Ponti.

Um pulsar - estrela de nêutrons muito pequena e muito densa - Sputnik Brasil
Abandonando galáxia: descoberta 'estrela morta' que pode fugir da Via Láctea
O mapa das chaminés revela canais longos de gás extremamente aquecido que abrangem centenas de anos-luz acima e abaixo da Via Láctea.

Astrofísicos acreditam que os canais em questão sejam um sistema de tubos de escape para transporte de energia e matéria do centro da galáxia para a base das bolhas, alimentando-as com nova matéria.

Segundo cientistas, o fluxo pode ser restos do passado da galáxia quando a atividade era mais predominante e poderosa do que hoje. Sendo a Via Láctea um protótipo de galáxias espirais, a descoberta pode ajudar a esclarecer o comportamento típico de galáxias como a nossa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала