Premiê neozelandesa diz que país tem um dos seus dias mais sombrios

Nos siga noTelegram
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse agora há pouco, em coletiva de imprensa, que o seu país vive um dos seus piores dias em decorrência dos tiroteios ocorridos mais cedo em mesquitas da cidade costeira de Christchurch.

"É claro que esse é um dos dias mais sombrios da Nova Zelândia. O que aconteceu aqui é um ato de violência extraordinário e sem precedentes", disse ela a jornalistas. "Por enquanto, meus pensamentos e tenho certeza de que os pensamentos de todos os neozelandeses estão com aqueles que foram afetados e também com as famílias."

Polícia armada realiza patrulha em frente a uma mesquita no centro de Christchurch, Nova Zelândia, nesta sexta-feira, 15 de março de 2019 - Sputnik Brasil
Tiroteios em mesquitas da Nova Zelândia deixam ao menos 27 mortos

De acordo com a premiê, as autoridades de Christchurch ainda estariam lidando com uma situação potencialmente em andamento.

Já a prefeita de Christchurch, Lianne Dalziel, se disse em choque e praticamente sem palavras após os eventos desta sexta-feira.

"Eu nunca iria esperar algo assim acontecendo em  Lianne Dalziel, eu nunca esperaria que algo assim acontecesse na Nova Zelândia", disse ela, citada pelo Stuff news

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала