Reino Unido aprova pedido de adiamento do Brexit e rejeita novo referendo

© AP Photo / Kirsty WigglesworthManifestante pró-UE protesta contra o Brexit em frente ao Parlamento em Londres (novembro de 2017)
Manifestante pró-UE protesta contra o Brexit em frente ao Parlamento em Londres (novembro de 2017) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Parlamento do Reino Unido aprovou nesta quinta-feira (14) o pedido para que o Brexit seja adiado à União Europeia.

A primeira-ministra Theresa May pedirá para a UE que a saída seja em outra data, até o momento a previsão era de que o Brexit ocorresse até o dia 29 de março.

Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana - Sputnik Brasil
Guaidó: 'todas as opções' continuam na mesa para acabar com governo Maduro
A premiê, no entanto, deve pedir para que o processo ocorra, no máximo, até 30 de junho. A data é limite para que o Reino Unido não precise participar das eleições para o Parlamento Europeu.

"Qualquer extensão além de 30 de junho de 2019 exigiria que o Reino Unido participe das eleições para o Parlamento Europeu em maio de 2019", afirma o texto da moção apresentada por May.

Desde o ano passado, May tenta negociar um acordo com a União Europeia para evitar a saída abrupta do bloco – o que poderia acarretar em perdas na economia e incertezas políticas.

A premiê conseguiu costurar um tratado com líderes europeus no fim do ano passado. No entanto, a proposta foi recusada em janeiro deste ano. A derrota quase levou May a perder o cargo, mas ela venceu a votação de um voto de não confiança no Parlamento.

Ainda para evitar o chamado "Brexit duro", a primeira-ministra tenta convencer parlamentares britânicos e líderes europeus a fechar um acordo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала