- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Massacres de Realengo e Columbine voltam à tona com tragédia de Suzano

© REUTERS / Amanda PerobelliPolícia na Escola Estadual Raul Brasil depois do tiroteio em que 8 foram assassinados, Suzano, São Paulo, 13 de março de 2019
Polícia na Escola Estadual Raul Brasil depois do tiroteio em que 8 foram assassinados, Suzano, São Paulo, 13 de março de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em Suzano, na Grande São Paulo, dois adolescentes entraram armados na Escola Estadual Raul Brasil e saíram atirando em todos: matando, ferindo e cometendo suicídio. O ataque a tiros está comovendo todo o Brasil e trazendo de volta outros casos lamentáveis.

Por volta das 9h30 desta quarta-feira, bem no intervalo da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), dois adolescentes entraram encapuzados e armados na instituição de ensino para matar. Não chegaram a sair de lá, pois cometeram suicídio após matarem ao menos oito — seis alunos e duas funcionárias da escola — e ferirem ao menos 23.

Funcionários e alunos se reuniram fora da escola aos prantos.

​A situação é tocante e traz à memória outras lembranças desagradáveis que têm como palco o Brasil.

​De acordo com Marcelo Freixo, o debate sobre o controle de armas precisa ser mais responsável.

​O tema Columbine voltou a ser discutido no Twitter, e já possui mais de 27 mil tweets, até o momento da publicação desta matéria, com muita gente comparando o que acabou de acontecer em Suzano com o que aconteceu há 20 anos nos EUA.

O massacre de Columbine de 20 de abril de 1999 envolveu dois adolescentes armados e reforçados com bombas, tanques de propano, dispositivos explosivos e carros-bomba. Os dois estudavam no colégio atingido pelos tiros, mataram 12 alunos e um professor, feriram 21 pessoas e depois cometeram suicídio.

​O massacre de Realengo é relembrado com o surgimento de nova tragédia em escola, e já há mais de 9 mil tweets, até o momento da publicação desta matéria, sobre o que aconteceu no Rio.

Em 7 de abril de 2011, um rapaz de 23 anos de idade invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, no Rio de Janeiro, armado com dois revólveres, matando 12 alunos, ferindo 13 e cometendo suicídio posteriormente.

​As vítimas mortais de Suzano ainda não foram identificadas. Os autores dos crimes são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 anos. O motivo do ataque é incerto até então.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала