- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

#ImpeachmentBolsonaro: presidente incendeia Twitter com VÍDEO explícito polêmico

© Foto / José Cruz/Agência BrasilO presidente Jair Bolsonaro acena para os fotógrafos no Palácio do Planalto
O presidente Jair Bolsonaro acena para os fotógrafos no Palácio do Planalto - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) não se fez presente em nenhuma festa carnavalesca, mas nem por isso deixou de buscar o protagonismo durante o feriado de Carnaval no Brasil. Na manhã desta quarta-feira, as seis hashtags mais citadas no Twitter envolviam o mandatário.

A polêmica começou após Bolsonaro postar um vídeo com conteúdo explícito, no qual um homem aparecia urinando em outro. O presidente associou o material aos blocos de Carnaval que tomaram conta do país, embora sem apresentar evidências da origem do conteúdo.

O conteúdo repercutiu dentro e fora do país e acabou ganhando um aviso do seu teor sensível, o que gerou críticas não só dos seus opositores, mas até mesmo de apoiadores que se sentiram ultrajados pelo ato exibido no vídeo conhecido como "chuva dourada" ("golden shower" em inglês).

Mesmo diante da polêmica, Bolsonaro não baixou o tom e ironizou, questionando o que seria a tal chuva dourada. Até mesmo com jornalistas o presidente brasileiro trocou farpas.

Nos treding topics do Twitter, a hashtag #ImpeachmentBolsonaro ganhou força e estava no topo dos termos mais citados na manhã desta quarta-feira. O principal argumento relacionado à hashtag diz respeito a uma possível quebra de decoro do presidente ao postar o vídeo explícito.

Entretanto, apoiadores de Bolsonaro reagiram com a hashtag #BolsonaroTemRazao, que aparecia na vice-liderança.

Longe das redes sociais, o fim do Carnaval trará desafios espinhosos para o presidente, a começar pelo trâmite da Reforma da Previdência no Congresso Nacional, tema que deve ser protagonista na agenda legislativa do governo Bolsonaro.

Nas próximas semanas, o presidente brasileiro também fará viagens internacionais para países alinhados ao seu governo, como Estados Unidos, Israel e Chile. Os encontros com Donald Trump, Benjamin Netanyahu e Sebastián Piñera, respectivamente, pode render anúncios de novas parcerias bilaterais, como também assuntos polêmicos, como a transferência da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала