Caso Skripal serviu para distrair opinião pública do Brexit, diz chancelaria russa

© Sputnik / Alex McNaughton / Abrir o banco de imagensMilitares limpando os pontos relacionados ao envenenamento de Skripal em Salisbury.
Militares limpando os pontos relacionados ao envenenamento de Skripal em Salisbury. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Incidente de Salisbury é parte da chamada estratégia de gato morto de Londres, que visa distrair as pessoas do processo do Brexit e direcionar seu foco para a suposta ameaça russa, disse o Ministério das Relações Exteriores da Rússia nesta segunda-feira (4).

Esta segunda-feira (4) marca o primeiro aniversário do incidente de Salisbury, no qual o ex-agente da inteligência russa Sergei Skripal e sua filha, Yulia, foram supostamente atacados com um agente nervoso criado na União Soviética. Desde então o Reino Unido vem acusando a Rússia de planejar uma tentativa de homicídio, enquanto Moscou segue refutando todas as acusações.

"1. O Brexit é a questão que é uma dor de cabeça para o governo de [Theresa] May [primeira ministra do Reino Unido]. 2. A população do país está cada vez mais imersa nas disputas entre Londres e Bruxelas, tirando suas próprias conclusões sobre a eficiência do trabalho do governo de May […]. 3. O incidente de Salisbury é um truque, um 'gato morto', com o que, uma vez lançado no espaço da mídia, as autoridades do Reino Unido esperam desviar a atenção de seus cidadãos de assuntos que lhes são desconfortáveis ​​[discutir] e consolidar a nação frente à "sinistra ameaça russa", publicou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em sua página no Facebook.

Arame farpado visto na frente da logo da União Europeia (UE) durante um protesto contra cercas ao longo da passagem fronteiriça entre Eslovênia e Croácia. - Sputnik Brasil
UE sanciona funcionários da inteligência russa devido a caso Skripal
O termo'gato morto' é utilizado para se referir a algo feito para desviar a opinião pública de um determinado assunto. O ministério lembrou que a expressão "estratégia do gato morto" foi usada pela primeira vez na retórica política do Reino Unido em 2013 pelo então prefeito de Londres, Boris Johnson, em um ensaio para o jornal The Telegraph. No ano passado, Johnson foi secretário de Relações Exteriores do Reino Unido e adotou uma forte posição anti-Rússia durante os desdobramentos do incidente de Salisbury.

Em decorrência do incidente, as relações bilaterais entre Rússia e Reino Unido se deterioram. Como resultado, diversos diplomatas britânicos e russos foram expulsos de ambos os países.

O incidente de Salisbury resultou na deterioração significativa das relações russo-britânicas, bem como na expulsão de diplomatas russos de vários países da UE.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала