Ameaçado de prisão, Guaidó reafirma que vai voltar à Venezuela e convoca prostestos

© REUTERS / Manaure QuinteroPresidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó
Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó postou nas redes sociais uma convocatória para amanhã às 11h (hora local) na Venezuela.

"Venezuela, como disse ontem, anuncio meu regresso ao país. Convoco o povo venezuelano a se manifestar, em todo o país, amanhã, às 11h. Fiquem atentos as redes oficiais, informaremos os pontos de concentração. #VamosBien porque vamos todos. Vamos Venezuela!", escreveu Guaidó em sua conta oficial no Twitter.

​A convocatória acontece em meio a uma possível prisão do opositor. Guaidó desafiou uma ordem da Suprema Corte venezuelana que o proibiu de deixar o país devido a uma investigação em andamento. O presidente da Assembleia Nacional passou por Colômbia, Paraguai, Argentina, Chile e Equador em busca de apoio internacional para realização de eleições gerais, que ele pretende convocar na semana que vem.

Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela - Sputnik Brasil
Guaidó afirma que retornará à Venezuela após visita ao Equador

O juiz adjunto do Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela, Juan Carlos Valdez já tinha advertido que o opositor poderia ser preso por 30 anos ao retornar ao país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала