Rússia impulsiona comércio em rublos e yuans com China para substituir dólar

© AFP 2022 / STRNotas yuan e dólares dos EUA são vistos em uma mesa em Yichang, província de Hubei, na China central em 14 de agosto de 2015
Notas yuan e dólares dos EUA são vistos em uma mesa em Yichang, província de Hubei, na China central em 14 de agosto de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na quarta-feira (11), o diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), Kirill Dmitriev, relatou no âmbito do Fórum Econômico do Oriente, realizado na cidade russa de Vladivostok, que Moscou e Pequim estão aumentando as participações comerciais em moeda local.

"Os primeiros acordos serão [feitos em moeda nacional] no começo do próximo ano. Temos um contrato com o Banco de Desenvolvimento da China para um grande fundo em yuans chineses no valor de US$ 10 bilhões [R$ 41 bilhões]", informou Dmitriev.

Cédulas de euro, libra e dólar - Sputnik Brasil
Europa quer minar hegemonia do dólar, indica mídia norte-americana
As participações comerciais usando o dólar norte-americano nas transações estão sendo reduzidas por ambos os países. A Rússia e a China esperam realizar trocas financeiras no valor de US$ 100 bilhões (R$ 415 bilhões) somente neste ano, com perspectivas de alcançar US$ 200 bilhões (R$ 830 bilhões) a médio prazo.

"Recentemente, lançamos um fundo regional em yuans em parceria com a província de Heilongjiang. Que já começou a examinar os projetos e esperamos o primeiro investimento em breve", adicionou o diretor-geral.

A China, a maior parceira de transações da Rússia, foi responsável por 15% do comércio externo russo no ano passado. As negociações bilaterais aumentaram em 31,5% em 2017, alcançando o valor de US$ 87 bilhões (R$ 361 bilhões).

Cédulas de dólar e yuan - Sputnik Brasil
Analista: China não permitirá que yuan se desvalorize em relação ao dólar
De acordo com o Banco Central da Rússia, as empresas chinesas e russas estão dispostas a pagar em rublos e renminbi (moeda oficial chinesa). No ano passado, 9% dos pagamentos por suprimentos provenientes da Rússia para a China foram feitos em rublos.

Pequim é a maior compradora de petróleo do mundo, sendo Moscou sua primeira fornecedora. Outros países disseram que estão prontos para começarem a usar o yuan nos pagamentos envolvendo transações petrolíferas, ao invés de utilizar o tradicional dólar americano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала