'Sem análogos no mundo': ministério russo mostra VÍDEOS das novíssimas armas em ação

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensSistema de mísseis estratégico Sarmat
Sistema de mísseis estratégico Sarmat - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta quinta-feira (19), o Ministério da Defesa russo publicou informações sobre os testes das novíssimas armas russas, entre os quais estão o drone subaquático Poseidon, os mísseis de cruzeiro com motor nuclear Burevestnik, o míssil balístico intercontinental Sarmat, os mísseis hipersônicos Avangard e o sistema de combate a laser Peresvet.

Poseidon

A Rússia está completando os testes do drone subaquático Poseidon, capaz de destruir porta-aviões e infraestruturas costeiras a uma distância intercontinental, comunicou nesta quinta-feira (19) o Ministério da Defesa russo.

"Em dezembro de 2017, foi levada a cabo com êxito uma série de testes da plataforma de energia nuclear do drone subaquático Poseidon. Os testes confirmaram a viabilidade do projeto de criação de um drone subaquático com as características previstas", lê-se no comunicado.

Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, no momento "estão sendo completados os testes do drone subaquático". No decorrer dos ensaios foi verificado o funcionamento de todos os sistemas do aparelho.

Durante os testes efetuados em polígonos no país, os especialistas avaliam as características da navegação do aparelho em regime autônomo. 

Sarmat

Além disso, o presidente do Comitê Militar e Científico da Força Aeroespacial da Rússia, Artyom Vyatkin, afirmou que o exército russo completou os ensaios do míssil balístico intercontinental Sarmat, tendo sido efetuados 50 diferentes testes.

"As tarefas realizadas permitiram confirmar que as decisões de construção do míssil, dos sistemas e plataforma de lançamento eram corretas, bem como confirmar a sua segurança e treinar os preparativos para o lançamento do míssil", afirmou Vyatkin.

Ele revelou que os testes de voo do Sarmat se iniciarão em breve.

Prevê-se que a fabricação em massa do míssil começará em 2019. O Sarmat deve substituir o míssil estratégico de baseamento em silos mais potente do mundo, o RS-20B Voevoda (SS-18 Satã, na classificação da OTAN).

Avangard

O Ministério russo comunicou também sobre o fim dos testes do sistema de mísseis hipersônicos Avangard, criado para reforçar a segurança militar da Rússia.

"A indústria militar da Rússia completou os testes do sistema de mísseis Avangard, dotado de um equipamento completamente novo, um bloco de cruzeiro. As fábricas já iniciaram a sua fabricação em massa", detalhou o comunicado.

Lançamento de míssil hipersônico antinavio - Sputnik Brasil
Relatório dos EUA expõe medo aos mísseis hipersônicos russos Avangard
O ministério recordou que o voo de míssil de cruzeiro é efetuado a uma altitude de várias dezenas de quilômetros nas camadas densas da atmosfera, ao contrário dos mísseis convencionais, que possuem uma trajetória balística. A velocidade máxima do Avangard supera 20 vezes a do som. A imprevisibilidade da trajetória de voo do novo sistema deve-se a sua alta capacidade de manobrar e neutralizar todos os sistemas de defesa antiaérea.  

Na terça-feira (17), foi comunicado que o Avangard será dotado de um corpo de titânio resistente às altas temperaturas.

Simultaneamente ao lançamento de produção em série, começaram os preparativos para sua colocação em serviço, comunicou um representante da Força Aeroespacial russa, Sergei Poroskun.

Burevestnik

A Rússia está aprimorando o míssil de cruzeiro Burevestnik, equipado com um motor nuclear. No momento, a arma está passando por testes de voo, comunicou o representante do Ministério da Defesa russo, Sergei Pertsev.

"Na base das exigências mais detalhadas, os engenheiros estão aperfeiçoando a construção dos componentes do míssil, estão sendo realizados testes terrestres, bem como preparados os testes de voo dos exemplares do míssil", contou.

Pertsev detalhou que, no momento, os engenheiros estão elaborando meios tecnológicos de preparação e realização do lançamento, bem como aprimorando os processos tecnológicos de produção, montagem e testes do míssil. 

"Os referidos trabalhos permitem passar à criação de um tipo de arma completamente novo, ou seja, um sistema de míssil estratégico dotado de ogiva nuclear", comunicou o representante. 

Ele acrescentou que o Burevestnik é invulnerável a todos os sistemas de defesa antiaérea existentes e em desenvolvimento.

Peresvet 

Os sistemas de combate a laser Peresvet já entraram em serviço das tropas russas, comunicou nesta quinta-feira (19) o Ministério da Defesa russo. 

O ministério enfatizou que a Rússia continua levando a cabo medidas que visam aumentar a sua proteção militar, bem como capacidades de defesa e prevenção contra qualquer agressão em relação ao país e seus aliados.

O ministério acrescentou que nos postos de implantação dos novos sistemas já foi preparada toda a infraestrutura necessária.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала