Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

CC BY 3.0 / Qasioun News Agency / Soldado do Jaysh al-Izza disparando o sistema de mísseis TOW (foto de arquivo)
Soldado do Jaysh al-Izza disparando o sistema de mísseis TOW (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

Engenheiros militares do centro internacional de desminagem do exército russo continuam operação de desminagem em Aleppo oriental, na Síria - Sputnik Brasil
Soldados russos completam desminagem de várias áreas no sudoeste da Síria
De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande agrupamento de combatentes do Exército Livre da Síria, que recentemente se aliou a Damasco, repeliram mais de mil ataques da Frente Al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала