Exército sírio abre corredor humanitário para militantes em Ghouta Oriental

© AFP 2022 / HAMZA AL-AJWEHSírio em meio à fumaça e pó em Ghouta Oriental
Sírio em meio à fumaça e pó em Ghouta Oriental - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militares sírios abriram um corredor humanitário em Ghouta Oriental não só para os civis do povoado Douma, mas também para os militantes, aos quais propuseram sair da região com as suas famílias, comunicou na terça-feira (6) aos jornalistas o representante do Centro para a Reconciliação das Partes em Conflito, major-general Vladimir Zolotukhin.

Comboio de veículos armados dos EUA nos arredores ocidentais da cidade síria de Manbij - Sputnik Brasil
'Só ameaças': especialista avalia chances de novo ataque militar dos EUA contra Síria
Ele comunicou que hoje às 9h (3h no horário de Brasília) começou a oitava pausa humanitária, e desta vez o corredor humanitário foi aberto também para os militantes e seus familiares. Além disso, aos membros das formações ilegais é permitido transportar suas armas pessoais.

De acordo com Zolotukhin, até ao momento não foram registradas saídas de civis.

"Apesar de a situação na zona do corredor humanitário, em Ghouta Oriental, bem como nos arredores de Damasco, continuar tensa, hoje se nota a redução do número de disparos contra o posto de controle Muhayyam el-Vafedin e os bairros próximos. Não se exclui que isso possa estar ligado à consideração da possibilidade de saída da zona pelos membros de algumas formações ilegais", notou o general.

No entanto, segundo ele, os bombardeamentos dos arredores da capital síria continuam.

Zolotukhin concluiu dizendo que a Rússia está apelando às formações armadas ilegais para deixarem de violar o cessar-fogo e garantirem a saída da população civil ou abandonarem mesmo Ghouta Oriental.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала