- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Com intervenção, Maia diz que Previdência não será votada na semana que vem

© Zeca Ribeiro/Câmara dos DeputadosMaia diz que projeto de recuperação fiscal exigirá contrapartidas dos estados
Maia diz que projeto de recuperação fiscal exigirá contrapartidas dos estados - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a atitude do governo de intervir no Rio de Janeiro impede que a votação da Reforma da Previdência seja realizada na semana que vem.

Renan Calheiros - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Renan Calheiros critica Temer e Reforma da Previdência (VÍDEO)
"Não é razoável na segunda ou terça aprovar um decreto, e na quarta suspendê-lo [para aprovar a Reforma]. Isso inviabiliza a próxima semana", disse Maia.

Isso acontece porque o decreto sobre a intervenção deve ser votado na segunda (19) ou terça-feira (20). Se aprovado, a decisão pode suspender a tramitação de qualquer projeto no Congresso Nacional porque a Constituição não pode sofrer modificações "na vigência de intervenção federal, de estado de defesa ou de estado de sítio".

"Só temos uma opção: a decisão tem que dar certo. Se não der certo, o que significa isso no dia seguinte?", disse o presidente da Câmara.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала