Países da OTAN decidem criar zona militar na Europa

© AFP 2022 / AFP Soldados norte-americanos durante os exercícios militares da OTAN Saber Strike, Polônia
Soldados norte-americanos durante os exercícios militares da OTAN Saber Strike, Polônia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os ministros da Defesa dos países-membros da OTAN decidiram criar uma zona militar nos países europeus que fazem parte da Aliança, ou seja, um tipo de Schengen na esfera militar, revelou para a Sputnik uma fonte diplomática e militar de Bruxelas.

Veículo de combate Puma da Bundeswehr (Forças Armadas da Alemanha) durante exercícios militares no noroeste do país - Sputnik Brasil
Será que Alemanha carece de tanques para cumprir missões da OTAN?
Na véspera, os ministros da Defesa dos países-membros da OTAN chegaram a um resultado positivo quanto à iniciativa em Bruxelas. Os chefes dos Ministérios respectivos aprovaram a criação do Estado-Maior de comando para transferência de forças pela Europa.

O primeiro a sugerir a ideia foi o ex-comandante das tropas terrestres na Europa, tenente-general Ben Hodges. Ele declarou que tropas aliadas e equipamentos militares devem ser deslocados "com rapidez igual à dos migrantes".

Segundo Hodges, autorização para deslocamento de tropas e equipamentos militares é um "processo extremamente difícil em uma série de países". Por exemplo, o deslocamento de tropas norte-americanas da Polônia à Alemanha requer aviso prévio de cinco dias.

Depois, a proposta recebeu apoio de vários países, tais como Lituânia, Estônia e Holanda.

Observadores militares apontam alguns problemas estruturais quanto ao deslocamento de tropas: as estradas e pontes nos países da União Europeia não conseguem suportar o peso do equipamento militar, os túneis não são altos o suficiente e as pistas de aterrissagem são inapropriadas para aviação militar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала