Parlamentar russo prevê repetição de testes nucleares de Pyongyang

© AP Photo / KCNALançamento do míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-15
Lançamento do míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-15 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Comitê de Assuntos Exteriores da Câmara Alta do parlamento russo, Konstantin Kosachev, revelou a Sputnik durante sua visita ao Japão que existe uma grande probabilidade que a Coreia do Norte faça um novo teste nuclear e destacou a importância de parar a escalada de tensão na península coreana.

"Acredito que esta tendência [aumento do número de testes nucleares] existirá enquanto continuar a ameaça de ingerência nos assuntos internos da Coreia do Norte", respondeu o parlamentar ao ser perguntado sobre a possibilidade de novos testes no quadro do melhoramento das relações entre as duas Coreias.

Tanques durante manobras militares entre os EUA e a Coreia do Sul (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Pyongyang: aliança militar entre Seul e Washington pode acabar com diálogo entre Coreias
Kosachev acrescentou que o sistema antimíssil que o Japão está desenvolvendo, a aquisição do sistema de defesa Aegis Ashore, e as declarações "irresponsáveis" do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre o acordo nuclear com o Irã preocupam a Coreia do Norte e são parte de uma estratégia para resolver o conflito de que não se pode esperar resultados.

O parlamentar russo acredita que o fato de não se respeitar o acordo nuclear iraniano dá razões a Coreia do Norte para se defender, com todos os seus recursos, de ingerências externas continuando com seu programa nuclear.

O senador insistiu que acabar com a espiral de tensão na península coreana só é possível se todas as partes oferecerem garantias mútuas:

"Por um lado, uns devem renunciar a seu programa nuclear e, por outro, os outros devem renunciar a suas tentativas de ingerência nos assuntos internos da Coreia do Norte como garantia de respeito pela soberania do país. Se não, a espiral irá se acentuar", disse Kosachev à Sputnik Japão.

Mísseis no desfile militar dedicado ao aniversário de Kim Il sung em Pyongyang, 15 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nuvens de guerra nuclear estão sobre a Península da Coreia, diz jornal norte-coreano
O problema norte-coreano entrou na lista dos discutidos durante a visita de Kosachev ao Japão e nos encontros entre representantes do Conselho da Federação russo e da chancelaria japonesa.

O diplomata russo observou que as estratégias do Japão e da Rússia para resolver o problema diferem, mas suas posições coincidem em que as ações de Pyongyang são uma ameaça para a segurança internacional.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала