Governo sul-coreano corre para conter surto de gripe aviária a semanas das Olimpíadas

© AP Photo / Kin CheungHealth Workers Dispose of Chickens Because of Bird Flu Outbreak
Health Workers Dispose of Chickens Because of Bird Flu Outbreak - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma cepa gripe aviária foi recentemente detectada em fazendas próximas de Seul, a apenas algumas semanas antes das Olimpíadas de Inverno de 2018 que serão sediadas pela Coreia do Sul.

O Ministério da Agricultura, Alimentação e Assuntos Rurais da Coreia do Sul anunciou que descobriu uma cepa altamente patogênica da gripe aviária H5N6 próximo a uma fazenda de aves em Hwaseong, Gyeonggi, 40 quilômetros ao sul de Seul. Outra cepa patogênica do mesmo vírus também foi recentemente detectada em outra fazenda em Pyeongtaek.

Health Workers Dispose of Chickens Because of Bird Flu Outbreak - Sputnik Brasil
China confirma o primeiro caso de infecção humana por gripe aviária
Para conter o surto, o governo retirou cerca de 190 mil frangos em Hwaseong e cerca de 144 mil frangos em Pyeongtaek. Em um comunicado à imprensa, o governo de Gyeonggi anunciou o abate de cerca de 430 mil frangos em fazendas em um raio de 500 metros da fazenda de Pyeongtaek como precaução. O governo também destruiu 467 mil ovos e está planejando erradicar cerca de 500 mil ovos na fazenda Hwaseong.

Além disso, as autoridades declararam que as fazendas em Gyeonggi serão colocadas sob controle especial a partir deste fim de semana. Postos de guarda foram estabelecidos nas entradas de qualquer fazenda com mais de 50 mil aves. Essas aves serão submetidas a inspeção e desinfecção aprimoradas. As criações em áreas vizinhas também estarão sob vigilância especial, informou o portal Korea JoongAng Daily.

Patos em quarentena em uma fazenda da comuna francesa de Bourriot-Bergonce, em Aquitaine, na última quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017 - Sputnik Brasil
Espanha matará quase 18 mil patos após casos de vírus H5N8 da gripe aviária na Catalunha
Todas as pessoas que trabalharam em fazendas de aves em Hwaseong e Pyeongtaek ficarão em quarentena por uma semana. Também foi imposta uma proibição na distribuição de aves nas cidades.

"O vírus da gripe aviária que descobrimos na Hwaseong é altamente patogênico e se espalha muito rápido", disse um porta-voz do Ministério da Agricultura. "Reproduz-se continuamente antes que os sintomas apareçam nos hospedeiros ou antes que eles morram".

Desde novembro de 2017, 15 surtos de gripe aviária altamente patogênicos acometeram a Coreia do Sul, resultando no abate de quase dois milhões de aves.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала