Trump diz 'estar esperando' para depor em inquérito sobre interferência russa nas eleições

Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (24) que está esperando para depor, sob juramento, para o conselheiro especial Robert Mueller - responsável pela investigação da suposta interferência russa nas eleições dos EUA.

"Eu estou esperando por isso, na verdade", disse o presidente. Indagado se acreditava que teria um tratamento justo, disse: "Nós vamos descobrir isso".

Perguntado sobre um possível depoimento no passado, Trump havia dado respostas evasivas. Hoje, ele sugeriu que poderá falar com Mueller nas próximas semanas. 

Logotipo da CIA - Sputnik Brasil
Diretor da CIA: administração Trump entende a necessidade de se contrapor à Rússia
Moscou negou repetidamente que tenha interferido no pleito estadunidense. 

Até o momento, Mueller ofereceu denúncias contra quatro pessoas envolvidas ou relacionadas com a campanha presidencial de Trump. 

O ex-gerente da campanha do mandatário republicano, Paul Manafort, e seu vice, Rick Gates, foram indiciados em outubro por acusações não relacionadas à campanha. O ex-conselheiro de segurança nacional da Casa Branca Michael Flynn foi acusado por Mueller de falso testemunho. Já o ex-assessor de política da campanha de Trump, George Papadopoulos, também foi acusado de fornecer declarações falsas ao FBI sobre suas interações com estrangeiros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала