Moscou e Buenos Aires acordam sobre exploração e extração de urânio na Argentina

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensPresidente da Argentina, Mauricio Macri, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, 23 de janeiro de 2018
Presidente da Argentina, Mauricio Macri, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, 23 de janeiro de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia e Argentina firmaram o memorando de entendimento para a exploração e extração de urânio na Argentina, comunicou o Ministério das Relações Exteriores e Culto da Argentina.

O documento foi assinado pelo ministro das Relações Exteriores da Argentina, Jorge Faurie, o chefe do Uranium One Group, Vasily Konstantinov, e o presidente da UrAmerica Argentina SA, Omar Adra, no âmbito da visita oficial do presidente argentino à Rússia.

Estima-se que o valor total dos investimentos atinja US$ 250 milhões (R$ 805 milhões).

Submarino argentino ARA San Juan (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Por que apenas Rússia continua buscas por submarino San Juan?
Além disso, a Rússia e Argentina acordaram em estudar as possibilidades de expandir sua colaboração no campo nuclear no que se refere ao ciclo de combustível nuclear e geração da energia elétrica nuclear, entre outras áreas, se lê no comunicado conjunto dos líderes de dois países.

Nesta segunda-feira (22), se iniciou a visita oficial do presidente argentino, Mauricio Macri, a Moscou. Durante sua viagem, o mandatário argentino se encontrou com seu homólogo, Vladimir Putin, e com empresários russos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала