Cientista político prevê derrota de Kiev em um possível conflito com Moscou

© Sputnik / StringerMilitares ucranianos durante treinamentos dos instrutores da OTAN
Militares ucranianos durante treinamentos dos instrutores da OTAN - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Se o exército russo usar todas suas capacidades, nem os mísseis antitanque dos EUA, nem qualquer outra arma poderá ajudar Kiev, declarou o ex-porta-voz da chancelaria ucraniana e atual cientista político Oleg Voloshin.

Falando dos complexos de mísseis Javelin que Washington planeja entregar às Forças Armadas da Ucrânia, o ex-diplomata observou que as guerras contemporâneas se realizam principalmente por meio da aviação. Voloshin também disse que a base do poder aéreo do exército russo são os aviões e mísseis de cruzeiro.

Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko em visita a base militar nos arredores de Kiev - Sputnik Brasil
Poroshenko diz que armas letais dos EUA são importantes para proteção do povo ucraniano
Segundo ele, em uma guerra com o uso de tais meios, os sistemas de mísseis antitanque dos EUA serão inúteis.

"[Os mísseis] não protegerão da aviação estratégica russa, dos mísseis de cruzeiro, bombardeiros e assim em diante. Estou seguro de que todos entendem que, com o uso de todo o poder do exército russo, perderemos uma guerra com a Rússia em uma semana ao máximo", disse Voloshin no ar do canal 112 Ukraina.

Ele acrescentou que o conflito em Donbass resultou em um número colossal de vítimas, mas este não pode ser considerado como guerra contemporânea com o uso de todos os meios de combate.

As autoridades ucranianas não param de falar sobre a "agressão russa". Assim, o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, disse haver a ameaça de "guerra de grande escala".

Moscou nega tais declarações, sublinhado que Rússia não tem nada a ver com conflito em Donbass e está interessada na resolução da crise ucraniana.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала