Coreia do Norte acusa os EUA de treinar tropas para lutar em túneis durante invasão

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensExército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais (foto de arquivo)
Exército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Norte advertiu na última quinta-feira que os Estados Unidos estão treinando tropas para lutar dentro de túneis como parte de uma preparação para invadir seu território na península, informou a agência de notícias chinesa Xinhua.

Citando como fonte a agência norte-coreana KCNA e uma rede pública de rádio dos EUA, a reportagem informou que as Forças Armadas estadunidenses estavam realizando manobras em túneis, após a mobilização do 5º Regimento Blindado em uma base ao norte de Seul, em dezembro passado.

"Eles estão considerando exercícios semelhantes este ano, nos quais irão mobilizar a 101ª e a 82ª Divisão Aerotransportada, que ganhou má reputação pela guerra do Iraque e a invasão de Granada [em 1983]", disse a agência norte-coreana, acrescentando que a notícia também tinha sido relatado pela imprensa sul-coreana.

Presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, dividem a tela - Sputnik Brasil
Quem tem o maior botão? Coreia do Norte chama Trump de 'lunático' e 'cão raivoso'

Além disso, forças militares dos EUA também prepararam equipamentos de comunicação especial, instrumentos de visão noturna, sistemas de mísseis Patriot, bombas guiadas de precisão e equipamentos para atravessar rios, informou a agência norte-coreana, citada pela Xinhua.

Nesta semana, chanceleres dos 20 países se reuniram em Vancouver (Canadá) com a finalidade de analisar o programa de armas nucleares da Coreia do Norte. O evento foi realizado sob a presidência do Canadá e os EUA, e condenado pela China e pela Rússia.

Pyongyang também condenou o evento, afirmando que tal iniciativa agrava a situação na península quando as relações inter-coreanas mostram sinais de distensão antes dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang, que acontecem em fevereiro na Coreia do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала