Câmara vai liberar depoimento de ex-espião que fundamentou investigação contra Trump

© REUTERS / Yuri GripasPresidente norte-americano, Donald Trump, durante a entrevista com jornalistas em Camp David, 6 de janeiro de 2018
Presidente norte-americano, Donald Trump, durante a entrevista com jornalistas em Camp David, 6 de janeiro de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados dos EUA planeja divulgar depoimento de Glenn Simpson, ex-espião cuja análise desencadeou as investigações do FBI sobre a influência russa nas eleições norte-americanas de 2016.

"Já foi transcrito, está pronto, é apenas uma questão de imprimir", disse a Mike Conaway, conforme citado pelo jornal Washington Examiner.

Ex-diretor da CIA, Michael Morell - Sputnik Brasil
Inimigo de Trump, ex-diretor da CIA critica cobertura midiática de 'influência russa'
Muitos congressistas republicanos acreditam que o dossiê, preparado pelo ex-espião britânico Christopher Steele financiado pelos Democratas durante a campanha presidencial de 2016, formou a decisão do FBI de investigar alegações de conluio da campanha de Trump com a Rússia.

A Rússia negou repetidamente qualquer conluio e criticou o dossiê. Os russos alegam que os rumores são infundados e, portanto, inapropriado como base de uma investigação do FBI.

A investigação do FBI foi substituída por uma semelhante conduzida pelo conselheiro especial Robert Mueller da demissão do diretor da agência, James Comey. Múltiplos comitês do Congresso também estão investigando o assunto. Mais recentemente, o presidente dos EUA decidiu se submeter a uma entrevista a ser realizada por Mueller.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала