Poroshenko chama lei sobre reintegração de Donbass de 'sinal para a Crimeia'

© Sputnik / Dan LevyCombatentes da República Popular de Donetsk
Combatentes da República Popular de Donetsk - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, afirmou que a última lei aprovada no parlamento ucraniano sobre a reintegração de Donbass deve ser um sinal para a Crimeia e Donbass.

O comentário apareceu no Twitter do líder ucraniano.

280 a favor! Continuamos abrindo o caminho por meios político-diplomáticos para a reintegração dos territórios ocupados… Isto é um sinal para Donbass e para Crimeia: são partes integrantes da Ucrânia.

Posto de controle entre Ucrânia e Donbass (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Parlamentar russo: Moscou não permitirá um regime de ocupação ucraniano em Donbass
Hoje de manhã, a Suprema Rada (parlamento ucraniano) aprovou a lei sobre reintegração de Donbass. A iniciativa foi apoiada por 280 dos 450 deputados e agora o documento deverá ser assinado pelo presidente do país.

Segundo Irina Lutsenko, representante do presidente no parlamento, no projeto há pontos "relacionados com a Crimeia".

O documento dá ao presidente o direito de usar as Forças Armadas na região em tempos de paz para proteger a soberania do país. Isto permite legitimar a presença de tropas no leste da Ucrânia sem declarar guerra. Na lei, os territórios não controlados por Kiev são chamadas de "ocupados" e a Rússia é designada de "país-agressor".

O líder da república autoproclamada de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, comentando a notícia sobre a aprovação da lei, declarou que Kiev mostra assim que não quer uma solução pacífica e se prepara para a guerra criando uma plataforma política.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала