Após declaração racista, Trump diz querer imigrantes de 'todos os lugares'

© REUTERS / Jonathan ErnstPresidente dos EUA, Donald Trump, falando com jornalistas na Casa Branca, Washington
Presidente dos EUA, Donald Trump, falando com jornalistas na Casa Branca, Washington - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (16) que deseja receber imigrantes de "todos os lugares".

A declaração ocorre após o republicano questionar em reunião com congressistas a razão dos EUA receberem pessoas de "países de merda". "Por que estamos recebendo todas essas pessoas de países de merda?", perguntou Trump fazendo referência ao Haiti e a África, segundo relato de presentes. Ele ainda disse que pessoas de países como a Noruega deveriam ser priorizadas. 

French President Emmanuel Macron, left, passes by German Chancellor Angela Merkel prior to addressing a media conference at an EU summit in Brussels on Friday, Dec. 15, 2017. - Sputnik Brasil
Para marcar posição contra Trump, Merkel pretende se juntar a Macron em Fórum de Davos
Após a publicação de sua fala, Trump negou ter falado tais palavras e disse ser "a pessoa menos racista que você vai entrevistar um dia" para jornalistas.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, também negou que Trump tenha utilizado palavras de baixo calão para fazer referência à África.

Nesta terça, durante a recepção do presidente Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, na Casa Branca, Trump voltou a falar sobre o tema da imigração e procurou se afastar dos comentários anteriores.

"Quero que eles venham de todos os lugares", afirmou o presidente dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала