Primeiro-ministro russo: criptomoedas poderiam ser um beco sem saída da ciberevolução

Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse que ciptomoedas poderiam desaparecer, assim como desapareceram as empresas de Internet dos anos 90, mas, ao mesmo tempo, a tecnologia de blockchain (cadeia de blocos, em inglês) teria futuro no mercado.

"Há diferentes atitudes em relação às criptomoedas, de proibitivas a absolutamente liberais. Mas, hoje em dia, todos se mostram preocupados com uma questão: onde está o limite dessa 'corrida de criptomoedas'? Poderia ser um beco sem saída da ciberevolução?", opinou Medvedev durante o Fórum Gaidar.

Segundo o premiê, não deve ser excluído o cenário do início dos anos 90, quando apareceram numerosas empresas para desenvolvimento da Internet.

"No início dos 2000, a maioria dessas empresas desapareceu. Entretanto, a tecnologia – tenho em consideração a Internet – não apenas foi guardada, mas também desempenha papel-chave na nossa vida hoje em dia. Do mesmo modo, as criptomoedas poderiam desaparecer em alguns anos, mas a tecnologia na qual se desenvolvem as cripromoedas, estou falando do blockchain, vai se tornar uma parte da nossa vida cotidiana", declarou ele.

Moedas do bitcoin, Londres - Sputnik Brasil
Com 80% do bitcoin minerado, aumentam as especulações sobre o futuro da criptomoeda
A tecnologia de blockchain parece ser revolucionária. A capacidade de armazenar dados de forma mais segura e barata pode ser usada não apenas por empresas do setor financeiro, mas também na medicina (a tecnologia permite o acesso imediato às informações de saúde dos pacientes) e outras indústrias. Tudo leva a crer que 2018 também será um grande ano para essa tecnologia, que têm potencial para mudar a economia mundial e a nossa vida cotidiana.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала