Cruz Vermelha: mais de 1.000 corpos seguem sem ser identificados no leste da Ucrânia

© Sputnik / Andrei Stenin / Abrir o banco de imagensDestroços do Boeing 777 malaio na região de Donetsk, no leste ucraniano
Destroços do Boeing 777 malaio na região de Donetsk, no leste ucraniano - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os corpos de mais de mil mortos do conflito armado em Donbass, no leste da Ucrânia, continuam sem identificação. A informação foi concedida à Sputnik pelo chefe da representação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) em Donetsk, Michel Saad.

"De acordo com nossas avaliações modestas, pelo menos 1.500 pessoas desapareceram como resultado do conflito, ninguém sabe o número exato, mais de 1.000 corpos encontrados em Donbass em ambos os lados da linha de separação estão à espera de identificação", disse ele.

Veículo blindado das Forças Armadas da Ucrânia - Sputnik Brasil
Autoridades de Donetsk: Kiev está se preparando para a guerra
De acordo com Saad, "atualmente cerca de 650 pedidos de busca de pessoas desaparecidas em ambos os lados da linha de contato e registrados por nós desde o início do conflito continuam sem solução".

"O próximo passo deve ser criar uma plataforma que permita que todas as partes interessadas troquem informações para responder aos pedidos de pesquisa", explicou.

Desde abril de 2014, as Forças Armadas da Ucrânia mantém uma operação contra insurgentes da região de Donbass que se recusaram a aceitar as mudanças realizadas no país após o golpe de Estado que destituiu o presidente eleito Viktor Yanukovich. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала