Planos dos EUA de militarização do espaço agravam problemas de segurança

Nos siga noTelegram
Os planos dos EUA de posicionar armas no espaço agravam ainda mais os problemas ligados com a segurança internacional, declara o chanceler russo, Sergei Lavrov.

Nessa conexão, o ministro das Relações Exteriores russo lembrou que a Rússia e a China têm uma iniciativa conjunta referente a um projeto do acordo que proíbe o posicionamento de armas no espaço. Ele sublinhou que foi anunciado há alguns anos na conferência da ONU dedicada ao desarmamento.

"Apesar de todos entenderem que se trata de uma questão atual, Washington segue elaborando planos de militarizar o espaço e de colocar armas lá, o que adicionará aos problemas de segurança internacional um novo aspecto muito negativo", indicou.

Um satélite na órbita terrestre - Sputnik Brasil
Preparando-se para 'guerra no espaço': até 2030 EUA receberão frota espacial
Ao mesmo tempo, o chefe da diplomacia russa destacou que a proposta conjunta da China e da Rússia "infelizmente" nunca começou a ser debatida, principalmente por causa da "posição dos EUA".

Lavrov apontou que existe outra proposta sino-russa que foi apresentada na conferência da ONU sobre desarmamento. É dedicada à prevenção de ataques terroristas químicos e biológicos. Não obstante, sua realização "é também impedida pelos esforços dos EUA".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала