Teerã promete 'reação forte' às novas sanções norte-americanas

Nos siga noTelegram
O Irã tomará medidas e responderá de maneira adequada às ações hostis dos EUA, declarou no sábado (13) a chancelaria iraniana.

O edifício do Ministério das Relações Exteriores russo na Praça Smolenskaya-Sennaya, em Moscou - Sputnik Brasil
Chancelaria russa: EUA planejariam destruir acordo nuclear com Irã
Mais cedo, os Estados Unidos haviam incluído na lista das sanções o aiatolá Sadeq Larijani, líder do sistema judiciária do Irã. Em Teerã esta decisão foi considerada como "ações hostis e ilegais do regime de Trump", que "ultrapassaram todos os limites de comportamento permitidos na comunidade internacional e violam o direito internacional e as obrigações bilaterais e multinacionais dos EUA".

Estas ações receberão, sem dúvida, uma "reação forte" por parte do Irã, declarou a chancelaria.

Além disso, a inclusão de iranianos na lista de sanções é vista por Teerã como prova da "hostilidade continua em relação à grande nação iraniana por parte do governo dos EUA".

Ontem (12), Donald Trump afirmou que prolonga o regime de levantamento das sanções no âmbito do acordo nuclear com o Irã pela última vez e exigiu que a UE participe da revisão do acordo, sublinhando que esta é a última oportunidade para introduzir alterações no JCPOA. Além disso, Trump chamou o Irã de principal patrocinador do terrorismo e declarou que planeja introduzir sanções duras pelo desenvolvimento e testes de mísseis balísticos por parte do Irã.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала