Soldado dos EUA teria disparado contra motorista de caminhão civil no Afeganistão (VÍDEO)

© flickr.com / DVIDSHUBTropas dos EUA e do Afeganistão na cidade de Yawez (imagem referencial)
Tropas dos EUA e do Afeganistão na cidade de Yawez (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades militares dos EUA estão investigando um material gráfico mostrando um soldado norte-americano no Afeganistão disparando contra o motorista de um caminhão civil.

Protesto de habitantes de Okinawa em frente da base em Nago, Japão, junho de 2016 - Sputnik Brasil
Soldado americano é condenado a prisão perpétua por estupro e morte de jovem japonesa
De acordo com a edição Politico, as imagens polémicas fazem parte de um vídeo intitulado "Happy Few Ordance Symphony": uma montagem de cenas de combate filmadas supostamente por militares dos EUA em território afegão e postada no YouTube por um usuário anônimo, que pouco depois apagou o vídeo.

Na cena mais controversa, gravada aparentemente com uma câmera para capacete, um veículo militar blindado M-ATV, equipado para tropas de operações especiais, passa perto de um caminhão civil. O soldado norte-americano está com a arma na mão. Em um momento, o vidro da cabina do motorista se quebra, aparentemente, devido a um tiro.

Veteranos de operações especiais afirmaram que é difícil julgar o incidente sem saber o contexto, contudo, um deles sugeriu que podia se tratar de um militar agindo "de maneira incorreta" ao disparar "uma rajada não letal".

Soldados norte-americanos no Afeganistão (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Um militar dos EUA morre no Afeganistão e pelo menos 4 ficam feridos
O Pentágono não comentou diretamente o incidente, porém, em 10 de janeiro o chefe do Comando Central dos Estados Unidos, general Joseph Votel, expressou em um comunicado sua "decepção e preocupação", já que "o povo estadunidense, os nossos aliados de coalizão, o governo e o povo afegão" vão considerar que os militares norte-americanos "são insensíveis e indiferentes aos horrores da guerra e ao sofrimento de pessoas inocentes apanhadas no conflito".

Além disso, o Comando Central dos Estados Unidos afirmou ter aberto uma investigação e prometeu tomar "ações apropriadas" quanto ao incidente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала