Mídia revela que EUA vão receber gás russo

© AFP 2022 / STRINGERPoço de gás da companhia russa Novatek na região de Iamalo-Nenets
Poço de gás da companhia russa Novatek na região de Iamalo-Nenets - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo escreve o jornal russo Kommersant, os EUA vão receber a primeira remessa de gás do projeto de extração de gás Yamal LNG.

Extração de de petróleo - Sputnik Brasil
Como empresa russa Novatek protegerá petróleo libanês de Israel?
De acordo com a edição, o navio gaseiro Gaselys da companhia francesa Engie, vai transportar gás liquefeito do porto britânico de Isle of Grain ao terminal norte-americano Everett, situado perto de Boston.

O navio gaseiro iniciou o carregamento no porto britânico logo depois do descarregamento do navio Christophe de Margerie com o primeiro fornecimento de gás liquefeito russo.

O Gaselys deve chegar aos EUA em 22 de janeiro.

Conforme escreve o Kommersant, "tal negócio estranho" é fruto do crescimento dos preços do gás na costa leste dos EUA até 6,3 mil dólares (20,4 mil reais) por metro cúbico. O aumento dos preços foi causado pelas condições meteorológicas extremas, em particular pela tormenta de neve.

Primeiro, a Novatek – acionista da Yamal LNG – planejava enviar a primeira remessa de gás natural liquefeito ao mercado asiático. A possível compradora era a Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC). Depois, o chefe da companhia Leonid Mikhelson disse que o fornecimento seria endereçado à sua companhia afiliada Novatek Gas & Power. Posteriormente, foi comunicado que ela seria enviada à filial de trading da malaia Petronas.

O Kommersant nota que "o fato de o comprador final ser a Engie pode ser explicado por a companhia possuir instalações reservadas de regaseificação no terminal de Everett para 6,9 bilhões de metros cúbicos por ano".

Poço de petróleo no campo Rmeilane, província de Hasakeh, Síria, julho de 2015 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Como Síria pretende impulsionar seu setor petrolífero?
O projeto Yamal LNG prevê a construção de uma usina de produção de gás natural liquefeito com base nos recursos da jazida de Yuzhno-Tambeyskoye. Entre os acionistas estão a Novatek (50,1%), a Total francesa (20%) e a CNPC (20%) e Fundo Rota da Seda (9,9%) chinesas.

No âmbito deste projeto serão construídas três linhas tecnológicas com capacidade para 5,5 milhões de toneladas cada uma e uma complementar para um milhão. A produção de gás natural liquefeito na primeira linha tecnológica começou em dezembro de 2017.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала