Como lucros com criptomoedas foram parar nas mãos da Coreia do Norte?

© Sputnik / Aleksei MalgavkoSegurança cibernética, imagem referencial
Segurança cibernética, imagem referencial - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Especialistas na área de segurança cibernética da empresa AlienVault comunicaram sobre o aplicativo que instalava em computadores com vírus programa para minerar criptomoedas. O lucro obtido era enviado para um servidor na Coreia do Norte.

"É um instalador de software para minerar a criptomoeda Monero. Qualquer cripatomoeda extraída é enviada para Universidade Kim Il-sung em Pyongyang, na Coreia do Norte", diz o comunicado da empresa AlienVault.

Bitcoin - Sputnik Brasil
Bitcoin mania: como 2017 se torna o ano de criptomoedas
O aplicativo foi criado em 24 de dezembro do ano passado. Como destacam os especialistas, atualmente o endereço de servidor não está disponível o que pode mostrar que programa parou de funcionar ou que este servidor norte-coreano era apenas usado para mascarar a fonte real do aplicativo.

Em meados de dezembro de 2017, a inteligência sul-coreana declarou ter recebido provas sobre possível participação da Coreia do Norte no roubo de informações personificadas de cerca de 30 mil usuários da bolsa de criptomoedas mais popular sul-coreana, Bithumb. Outro incidente parecido ocorreu em outra plataforma em setembro de 2017.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала