UE amplia sanções contra a Coreia do Norte

© Sputnik / Aleksei Vitvitsky / Abrir o banco de imagensPreparativos para a cimeira da UE em Bruxelas
Preparativos para a cimeira da UE em Bruxelas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades da União Europeia, no âmbito do cumprimento da resolução do Conselho de Segurança da ONU, adicionaram 16 pessoas físicas e o ministério de Assuntos Militares da Coreia do Norte à lista de sanções contra o país.

Lançamento do míssil balístico intercontinental norte-coreano Hwasong-15 - Sputnik Brasil
Sabotagem de Kim? Coreia do Norte pode lançar míssil balístico em janeiro, diz mídia
Em 23 de dezembro de 2017, o Conselho de Segurança da ONU aprovou a resolução contra a Coreia do Norte, em retaliação ao seu recente teste de míssil balístico Hwasong-15.

O Conselho da UE, em um comunicado, destacou que, com as novas sanções, 79 pessoas físicas e 54 organizações norte-coreanas foram incluídas na lista de sanções da ONU contra o país. Além disso, UE adotou sanções contra outras 41 pessoas físicas e 10 organizações de forma independente.

No dia 3 de setembro a Coreia do Norte informou sobre o teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio que pode equipar seus mísseis balísticos. Os militares do Japão e da Coreia do Sul avaliaram a potência da bomba em 160 quilotons, 10 vezes superior à bomba atômica de Hiroshima. Esse foi o sexto teste de bomba nuclear de Pyongyang. Uma semana antes disso, Coreia do Norte realizou um teste de míssil balístico, que sobrevoou o território do Japão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала